Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Combate às formigas no pomar

autor: Redação Rural News
data: 30/08/2017

Uma das primeiras providências a se tomar durante a criação de um pomar refere-se à eliminação das formigas, principalmente as mais prejudiciais às árvores frutíferas, que são as do tipo saúva e quenquém. Em apenas uma noite, elas são capazes de destruir uma ou mais árvores (a depender do porte). Em estado inicial, para proteger as mudas, basta fazer uma espécie de funil com plástico resistente e prendê-lo ao tronco com a boca para baixo.

Mas a eliminação das formigas é feita, de fato, com formicida, o qual é encontrado nas formas líquida, em pó ou granulada, ou ainda, com a ajuda de uma bomba para fumegar os olheiros. Porém, o combate aos formigueiros não deve se limitar à área do pomar: também é imprescindível que o agricultor utilize o veneno nas vizinhanças.

O formicida líquido e o em pó devem ser despejados nos olheiros, sendo que o primeiro, em maior quantidade, é recomendado aos olheiros mais intensos (ou seja, com maior movimentação de formigas). Já o formicida granulado deve ser colocado nos carreiros de formigas com o chão seco e ao anoitecer. Pela manhã, é importante que o agricultor recolha os granulados que sobraram para que as aves domésticas não venham a se alimentar do veneno.

Formigas com maior poder de destruição do pomar, como a quenquém e a saúva, têm capacidade para fazer ninhos profundos. Porém, a primeira, também os faz sob pedras ou sob cascas de madeiras e, quando o faz sob o solo, não se aprofunda tanto quanto a saúva. O formicida em pó pode ser suficiente para eliminar o seu ninho, mas o uso de creolina de boa qualidade aliado a um soquete de boa compressão, pode ter o mesmo objetivo.

De preferência, deve-se eliminar as saúvas quando estas são novas, para facilitar o combate. Na primavera, inicia-se a revoada de içás e cada içá poderá representar, no futuro, um novo formigueiro. Assim, basta seguir a trilha das saúvas para se chegar ao ninho da içá, que deverá ser destruído.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb