Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Cuidado com a pelagem e os cascos dos cavalos

autor: Redação Rural News
data: 04/09/2017

Para garantir a saúde dos equinos, a pelagem e os cascos devem receber atenção dos tratadores. A escovação diária dos pelos, por exemplo, é algo fundamental, pois além de garantir a higiene do animal, ao mesmo tempo remove os pelos mortos e ativa a circulação da pele. Mas cada parte do corpo do cavalo deve ser escovada de uma forma: para o corpo, usa-se uma rascadeira de metal e borracha em movimentos circulares; já para a cabeça e os membros usa-se uma rascadeira de borracha e a escovação ocorre no sentido do pelo. As crinas devem ser desembaraçadas com os dedos e em seguida, pode-se passar uma escova de cerdas macias ou outro pente adequado. Para finalizar a escovação, passa-se um pano levemente úmido em todo o animal.

O tratador nunca deve retirar os pelos sensoriais existentes ao redor dos olhos, do focinho e dos cílios. Porém, os “machinhos” (pelos da face posterior dos boletos e quartelas) podem ser aparados, desde que sejam conservados com dois a três centímetros de comprimento.

No verão, os banhos podem ser diários. Sabão e xampus neutros podem ser utilizados de duas a três vezes por semana. Mas à medida que se aproximarem as estações frias, a frequência dos banhos deve não só diminuir, como também, deve concentrar-se nos dias e horários mais quentes. Quando o inverno chegar, o tratador deve molhar o animal somente até a barriga, de baixo para cima, além de burrifar a região da sela, arrepiando-se a o pelo para secar mais rápido e, assim, evitar que o cavalo adoeça. O restante do corpo deve ser limpo com pano ou esponja úmida.

Após o banho, o animal só deve ser recolhido quando estiver completamente seco. Não é recomendado expô-lo  à secagem sob o sol forte, pois isto poderá queimar o seu pelo.

O casco do cavalo também deve receber atenção especial. A limpeza deve ser feita diariamente por meio de uma ranilha. Na finalização, o uso de uma boa graxa de casco à base de sebo, alcatrão, cera de abelha, lanolina, iodo e creolina durante três vezes por semana, garante a manutenção da saúde do animal.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb