Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Cuidados com as hortas

autor: Redação RuralNews
data: 04/09/2017

As hortas, tanto as caseiras como aquelas um pouco maiores, que podemos ter em um sítio ou fazenda, precisam de certos cuidados para garantir a produção e a qualidade dos alimentos. Vejamos alguns desses cuidados ou tratos necessários:

Desbaste

Na maioria das vezes, nas semeaduras de hortaliças definitivas, devemos fazer o desbaste, isto é, arrancar as mudas excedentes, quando elas nascem muito juntas e são em número superior ao desejado, mantendo somente as distanciadas umas das outras, de acordo com o exigido pela sua espécie, para evitar que não se desenvolvam bem e diminuam sua produção.

Culturas intercaladas

Para melhor aproveitamento do terreno e sua maior produtividade, podemos plantar, entre as fileiras de determinada hortaliça, outra cujo valor vital seja mais rápido. Como exemplo, podemos plantar rabanetes que levam 15 a 30 dias para serem colhidos, entre outras que levam mais tempo para isso, como a couve.

Rotação de culturas

Para melhor aproveitamento do terreno, devemos plantar hortaliças diferentes para substituir as que foram colhidas, pois elas têm diferentes necessidades de elementos nutritivos. As melhores, para substituir plantações anteriores, são as leguminosas, porque incorporam elementos nutritivos ao solo, principalmente nitrogênio.

Tratos culturais - Rega

As hortaliças necessitam de muita água e as regas devem ser diárias. Devemos, de preferência, regá-las, o mais tarde possível, na parte da tarde, ao entardecer, porque a água penetra mis no solo e as plantas têm a noite toda para absorvê-la, sem a concorrência da evaporação causada pelo aquecimento do solo, pelos raios solares.

Capina ou arranca

Todas as ervas daninhas que nascerem entre as hortaliças, devem ser arrancadas com raiz e tudo, com a mão, um sancho ou uma enxada. Isso é necessário, porque elas competem com as plantações, "roubando" os adubos a elas destinadas e fazendo sombra, impedindo que recebam bastante sol.

Amontoa

É chegar terra às plantas, principalmente quando estão com as raízes descobertas.

Escarificação

É feita com um ancinho, um escarificador ou um sancho para revolver a superfície do solo, tornando-o mais fofo, mais arejado e mais permeável à água que nele penetra com muito mais facilidade.

Pragas

As hortaliças podem ser atacadas por uma série de insetos como as saúvas ou formigas cortadeiras, a vaquinha, pulgões e cochonilhas, o pulgão verde, o percevejo, a lagarta rosca, o bicho-bolo, os gafanhotos, além dos caramujos e caracóis, lesmas, etc., que causam maiores ou menores prejuízos, de acordo com o grau de sua incidência. Para combatê-los, temos o método a seguir:

Pulverizações - são feitas com o uso de pulverizadores de diversos tamanhos e tipos, manuais ou motorizados, dependendo da área a ser pulverizada. O uso de fungicidas, inseticidas e outros defensivos são muito perigosos, pois contaminam as hortaliças, tornando-as impróprias para o consumo humano ou para ser consumida pelos animais. Por essa razão, elas devem ser interrompidas, pelo menos uma ou duas semanas antes de serem colhidas, dependendo do produto usado e a duração de seus efeitos residuais. Podemos usar pulverizações com produtos naturais (extrato de fumo, por exemplo), com excelentes resultados e sem os riscos mencionados.

Estaqueamento ou tutoragem

Algumas hortaliças crescem muito, mas têm os caules fracos e que se quebram ou dobram com facilidade, principalmente quando estão produzindo. Caindo, ficam encostados ao solo úmido e suas folhas apodrecem, prejudicando a planta e a sua produção. Para evitar que isso aconteça, fazemos o estaqueamento das plantas, principalmente com bambus ou taquaras, rachados ou não, ou varas, em geral apoiados em um arame esticado no sentido do comprimento do canteiro e amarrado a mourões ou estacas existentes em sua cabeceira.

Capação

É cortar determinados brotos para que a planta não se desenvolva na sua direção e para reforçar os caules já existentes, concorrendo para que eles produzam melhor. É muito usada para a abóbora.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb