Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Acerola ou cereja das antilhas

autor: Redação RuralNews
data: 09/12/2016

A acerola (Malpighia glabra L.) é considerada a fruta mais rica em vitamina C. Em 100g polpa há de 2000 a 5000mg de ácido ascórbico, que é a própria fonte de vitamina C. Para se ter uma idéia do que estas quantidades representam, o limão, por exemplo, apresenta um teor de ácido ascórbico de 40 a 50mg. Por sua excepcional qualidade nutritiva e vitamínica, também é considerada medicinal, pois aumenta a resistência geral do organismo, prevenindo contra doenças oportunistas, como as gripes, entre outras. 

É uma fruta pequena, de cor vermelha, parecida com a cereja européia. Seu sabor é levemente adocicado, com um contraste de acidez. Serve para ser comida ao natural ou para fazer geléias, doces em calda, doces em pasta, licores, etc.

Além disso, a acerola é rica, também, em outras vitaminas. Uma pessoa comendo que coma uma certa quantidade de acerolas por dia, tem satisfeitas, praticamente, todas as suas necessidades vitamínicas, sem necessidade de comprar suplementos vitamínicos industrializados, que são sempre caros e nem sempre confiáveis. Uma acerola é uma verdadeira cápsula natural de vitaminas. Apresenta em sua composição proteínas, cálcio, fósforo, ferro, vitaminas B1 e B2, pró-vitamina A, além, é claro, da enorme quantidade de vitamina C.

Cultivo

Sua propagação é feita por sementes. A sementeira é feita em linhas ou sulcos paralelos, com espaçamento de 20cm entre os sulcos. A germinação acontece em cerca de 23 dias. As mudas podem ser transplantadas para canteiros ou para copinhos, sendo depois plantadas no local definitivo, com espaçamento de 5x5m ou 6x6m.

Começa a produzir do segundo até o terceiro ano e o faz durante todo o ano, principalmente no Norte e no Nordeste do Brasil. Continua frutificando por mais de 50 anos. Isso se deve ao fato de que a acerola se adapta e se desenvolve melhor em climas quentes, com temperaturas médias de 27ºC, além de necessitar um regime de chuvas bem distribuídas pelo ano, numa quantidade ao redor de 1400mm/ano. Quanto ao solo, a acerola não é muito exigente, sendo capaz de produzir na maior parte deles. Apesar disso, em terrenos mais férteis, a planta da acerola, que é um arbusto, acaba crescendo e se desenvolvendo mais, portanto, o espaçamento utilizado deve ser maior.

Os tratos culturais necessários resumem-se na limpeza do solo e irrigação, em caso de períodos de seca. Além disso, anualmente, é recomendável que se faça uma adubação, para a reposição dos nutrientes necessários para o bom desenvolvimento da plantação.

Atualmente, a acerola ganhou uma enorme projeção e importância no mercado de frutas, no Brasil. Seu valor e comercialização ficaram bem melhores, o que faz da acerola um bom empreendimento para o agricultor. 

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb