Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Quarto de Milha - raça de destaque no Brasil e no mundo

autor: Redação RuralNews
data: 27/06/2019

A Origem da Raça

A raça Quarto de Milha foi a primeira a ser desenvolvida na América. Ela surgiu nos Estados Unidos por volta do ano de 1600. Os primeiros animais que a originaram foram trazidos da Arábia e Turquia à América do Norte pelos exploradores e comerciantes espanhóis. Os garanhões escolhidos eram cruzados com éguas que vieram da Inglaterra, em 1611. O cruzamento produziu cavalos compactos, com músculos fortes, podendo correr distâncias curtas mais rapidamente do que nenhuma outra raça. Com a lida no campo, no desbravamento do Oeste Norte-americano, o cavalo foi se especializando no trabalho com o gado. Nos finais de semana, os colonizadores divertiam-se, promovendo corridas nas ruas das vilas e pelas estradas dos campos, perto das plantações, com distância de um Quarto de Milha (402 metros), originando o nome do cavalo.

Foi fundada em 15 de março de 1940, a American Quarter Horse Association (AQHA), em College Station, Texas. Em 1946, a AQHA se transferiu para Amarillo, Texas, onde se encontra até hoje, tornando-se a maior associação de criadores do mundo, com cerca de 332 mil sócios e mais de 4,1 milhões de cavalos registrados, divididos em 43 países, representando 52% dos eqüinos em todo o mundo (dados até 31/12/2000).

QM no Brasil

Tudo começou em 1955, quando a Swift-King Ranch (SKR) importou seis animais dos Estados Unidos para o Brasil, vindos de sua matriz norte-americana, a famosa King Ranch, no Texas, a maior fazenda dos EUA. À medida que vários pecuaristas, banqueiros e homens de negócios tiveram a oportunidade de conhecer os animais Quarto de Milha, começaram a pressionar a SKR para que lhes vendessem alguns exemplares. A companhia atendeu a poucos criadores, vendendo um número reduzido de potros. Em 15 de agosto de 1969, foi fundada a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM), no Parque da Água Branca, em São Paulo, onde se encontra atualmente.

Hoje, o plantel brasileiro é composto por 282.148 mil animais registrados, com 33.867 mil proprietários e criadores cadastrados, espalhados por todos os estados brasileiros (dados até 31/12/2000). Qualidade da raça

O Quarto de Milha tem extrema docilidade, conseguindo partidas rápidas, paradas bruscas, grande capacidade de mudar de direção e enorme habilidade de girar sobre si mesmo. É adaptável a qualquer situação, transformando-se em instrumento de força, transporte e difícil de ser derrotado em provas eqüestres, além de melhorador de plantel. Considerado o cavalo mais versátil do mundo, é usado nas modalidades de Conformação, Trabalho e Corrida.

A indústria Quarto de Milha

O plantel Quarto de Milha no Brasil é composto de 280 mil animais registrados, com o valor aproximado de US$ 950 milhões, dividido entre 33 mil criadores e proprietários. Seus Haras distribuídos em mil hectares, avaliados em US$ 1 bilhão, consomem 75 mil toneladas de ração/ano. Esse consumo implica US$ 18,7 milhões de investimento. A mão-de-obra empregada diretamente também é bastante significativa, oferecendo 100 mil empregos diretos (média de 3 funcionários por criador ou proprietário), sem contar com veterinários, ferradores, carpinteiros, fabricantes de equipamentos e indústria de ração, entre outros. Além disso, o volume de dinheiro negociado nos leilões é de US$ 15 milhões anuais.

ABQM e FNRC

A ABQM e a Federação Nacional do Rodeio Completo (FNRC) estão juntas nos principais rodeios brasileiros, onde o Quarto de Milha é o cavalo oficial desses eventos, participando de provas de Laço de Bezerro, Laço em Dupla, Tambor Feminino e Bulldogging.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb