Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Contrate especialistas nas atividades rurais e tenha mais lucros

autor: Redação RuralNews
data: 14/11/2017

Na maioria das vezes, os produtores rurais, tanto os pequenos quanto os médios e grandes, deixam de utilizar a assistência de técnicos e especialistas em determinadas atividades, simplesmente por uma questão de custo. É claro que o custo é sempre um dos principais fatores limitantes, em qualquer atividade empresarial, mas deve sempre ser analisado sob o prisma da relação custo/benefício.

Isso significa que devemos considerar um desembolso de recursos somente se os possíveis resultados vierem a trazer um saldo positivo, isto é, lucros. Isso tudo parece simples e lógico, mas não é o que mais acontece no setor agropecuário brasileiro, apesar deste quadro estar, gradualmente, sendo alterado.

O que podemos constatar é uma certa "miopia" empresarial por parte dos produtores, mas em um sentido bem específico. O problema mais comum não é o desconhecimento de que só se deve investir em pessoal especializado quando isso vier contribuir para o aumento dos lucros, mas sim identificar as situações onde a contratação de pessoas com maiores conhecimentos e habilidades será lucrativa.

É comum, por exemplo, um pecuarista tentar diagnosticar e "prescrever" soluções ou remédios para conter doenças que estejam atacando seu rebanho. Muitas vezes, devido à experiência do criador, este acaba sendo bem sucedido mas, em outras ocasiões, uma doença poderia ter sido controlada e muitos animais não precisariam morrer, se um médico veterinário tivesse sido chamado, logo no início do problema.

Em geral, os criadores só recorrem ao auxílio de veterinários após tentarem suas próprias "receitas" para curar seus animais. Quando isso não funciona, a ajuda é requisitada mas muitos prejuízos já aconteceram. É o que todos chamam de "o barato que saiu caro". Na agricultura é a mesma coisa: os produtores costumam recorrer à ajuda especializada somente quando se encontram "encurralados", sem saber o que fazer, depois de estarem sofrendo muitos prejuízos, que poderiam ter sido evitados.

Outro ponto importante é a contratação de técnicos (agrônomos, veterinários, zootecnistas, etc.) não só para resolverem problemas mas, principalmente, para auxiliarem em todo o processo produtivo, otimizando os recursos empregados, ou seja, fazendo com que o produtor invista seu dinheiro de forma a conseguir o melhor resultado possível.

De uma maneira geral, os produtores rurais devem utilizar mão-de-obra técnica especializada da seguinte maneira:

- Grandes e médios pecuaristas devem contratar um bom médico veterinário ou zootecnista, de maneira a contar com visitas regulares, várias vezes por semana, de acordo com o tamanho da criação ou necessidade específica. Os pequenos pecuaristas devem recorrer a profissionais que vão, esporadicamente, à propriedade e verificam as condições da criação. Em caso de suspeita de algum problema, estes devem ser chamados imediatamente, para verificar e diagnosticar a gravidade da situação. Para reduzir os custos, as cooperativas e associações de criadores dispõem de bons profissionais que atendem os cooperados ou associados por valores reduzidos ou, em alguns casos, com o custo coberto pela própria cooperativa ou associação.

- Agricultores com grandes áreas cultivadas devem ter, em sua folha de pagamento, um engenheiro agrônomo ou um técnico agrícola que acompanhe o desenvolvimento de todas as lavouras, visitando a propriedade várias vezes por semana, de acordo com o tamanho das lavouras e variedades cultivadas e, ainda, de acordo com necessidades específicas. Os pequenos agricultores também podem recorrer ao auxílio de profissionais disponibilizados por cooperativas e associações da qual façam parte. Além disso, em áreas menores e com menor diversidade de culturas, não há necessidade de um acompanhamento tão freqüente por parte de um agrônomo ou técnico agrícola.

- Antes de dar início a fase de preparo da terra para uma nova plantação, é importante que um técnico analise todas as condições, para que a nova lavoura dê os melhores resultados possíveis.

- Antes de iniciar um novo tipo de criação, o pecuarista deve recorrer ao auxílio de um zootecnista ou um médico veterinário, para assegurar que seu investimento será feito da melhor maneira possível, com animais adequados, instalações, alimentação, etc.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb