Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

A mangaba e o cultivo da mangabeira

autor: Redação RuralNews
data: 28/12/2017

A mangabeira (Hancornia speciosa Muell) é uma árvore nativa do Brasil, sendo muito comum, principalmente, na região Nordeste e Norte do país. Trata-se de um arbusto que pode atingir 5 metros de altura. O seu fruto, a mangaba, é pequeno, apresenta a forma de pêra e ótimo sabor. Já era consumido há centenas de anos pelos índios brasileiros, que foram os responsáveis pelo nome dado até hoje a esta fruta. 

A mangaba é uma fruta rica em diversos elementos e em sua composição encontramos as vitaminas A, B1, B2 e C, além de ferro, fósforo, cálcio e proteínas. O valor energético, em cada 100g de fruta, é de 43 calorias. Para o consumo da fruta, podemos tê-la ao natural, em sucos ou utilizá-la para produção de licores, vinhos, geléia, compotas, doces, etc. 

O potencial para o aproveitamento da mangabeira inteira é muito bom, apesar de que apenas os frutos apresentam um valor comercial significativo. Do tronco, podemos extrair o látex, substituto do látex da seringueira, mas com qualidade um pouco inferior. 

A mangaba só deve ser consumida quando madura pois, antes disso, pode até mesmo causar problemas de saúde para quem a consumir. Os frutos não devem ser retirados da árvore, mesmo que, aparentemente, estejam maduros. Devemos aguardar que, após amadurecerem, caiam no chão para que possam ser colhidos. Para que possamos consumi-los, entretanto, devemos aguardar 24 horas. Nesta fase, a fruta está amarelada e apresenta manchas vermelhas. 

Cultivo da mangabeira 

É uma planta que se adapta melhor a climas tropicais e é cultivada nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste. É muito pouco cultivada nos estados do Sul do País devido às condições climáticas desfavoráveis. Prefere solos, secos, tabuleiros arenosos e terrenos litorâneos. 

O plantio deve ser feito, preferencialmente, no início da estação das chuvas ou no final do inverno. Para isso, em primeiro lugar, devemos produzir as mudas, que devem ser preparadas em canteiros, utilizando-se sementes. As sementes devem ser bem lavadas antes do plantio, para que não haja resíduos de polpa, o que prejudica o desenvolvimento. Começam a germinar cerca de 35 dias após o plantio. As mudas ficam prontas quando atingirem cerca de 10cm de alturas, estando em condições para o transplante. A produção da mangabeira começa cerca de 5 anos após o plantio. 

O plantio no local definitivo deve ser feito em terreno previamente adubado (um mês antes), com esterco de curral. Adubação orgânica, em geral, é muito bem aceita As mudas devem ser colocadas em covas de 0,60m x 0,60m x 0,60m. 

Os tratos culturais são simples, bastando que se faça capinas para a manutenção da limpeza do terreno. Quanto a doenças e pragas, a mangabeira é extremamente resistente, não sendo necessária nenhuma ação preventiva.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb