Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

A figueira

autor: Redação RuralNews
data: 22/03/2016

A produção do figo, fruto da figueira, é uma atividade que apresenta um custo de produção considerado baixo. Este fato acontece, basicamente, por um único fator: a figueira é uma planta muito resistente, sendo atacada somente pela ferrugem. Esta doença, por sua vez, pode ser facilmente controlada e vencida, através da aplicação de fungicidas. 

A figueira é uma planta pequena que, apesar de não "sofrer" com as doenças, seu cultivo requer tratos bastante intensos. Por esse motivo, grandes plantações são mais custosas, por requererem um grande volume de mão-de-obra.

O clima ideal para o cultivo da figueira é o subtropical mas, por não necessitar de muito frio, pode ser cultivada em áreas mais quentes. Desta maneira, podemos dizer que a produção de figo pode ser feita desde o Rio Grande do Sul, até algumas áreas do vale do rio São Francisco, pois lá existe água suficiente e bons solos, que compensam as temperaturas mais elevadas.

A figueira se desenvolve bem em vários tipos de solos, menos os muito arenosos ou extremamente encharcados. Quando não há água suficiente, a figueira entra em dormência, como acontece com várias culturas, devido ao frio. Por esse motivo, uma boa plantação de figueiras deverá contar com um sistema de irrigação adequado, para supri-la em tempos de secas.

Plantio e tratos culturais

Os espaçamentos utilizados para o plantio da figueira são de 30cm entre as plantas e 1,50m entre as linhas. Desta forma, haverá um grande adensamento na plantação. Para plantações com menor densidade, podemos utilizar espaçamento de 50cm entre as plantas e 2,50m entre as linhas ou espaçamentos ainda maiores. Com espaçamento mais denso, a figueira terá uma vida útil menor, mas a produção por ha será consideravelmente maior, chegando a um ganho de produtividade por ha maior que 50%.

O plantio se dá através de mudas, previamente cultivadas em um viveiro, através de estacas. Depois de prontas, as mudas devem ser transplantadas para o local definitivo, onde iniciarão a produção já no primeiro ano e irá aumentar com o passar do tempo, estabilizando-se no quarto ano.

As plantas invasoras são muito nocivas às figueiras e, portanto, o terreno deve ser limpo, através de capinas, com certa regularidade ou, em certos casos, o solo deverá ser coberto com uma cobertura morta.

No inverno, quando as folhas caem, deve ser feita uma poda. Dependendo da localidade, se o frio do inverno for mais rigoroso, a poda poderá ser feita mais para frente, no mês de agosto.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb