Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Soja

autor: Redação RuralNews
data: 18/04/2016

A soja (Glycine max) é um dos principais produtos de exportação da agricultura brasileira, aliás, é quase que "moeda corrente" no mercado internacional, independente das cotações. É uma planta originária da China e foi introduzida no Brasil no século XIX. Os maiores produtores mundiais de soja são os Estados Unidos, ficando o Brasil em segundo lugar nesta produção.

É uma cultura que se adapta a uma grande variedade de climas, desde os temperados-frios, como no caso do norte dos estados Unidos ou no Canadá, até climas tropicais, como o do Brasil. Contudo, a soja produz melhor em climas quentes, desde que haja uma boa quantidade de água disponível, seja através de um bom regime de chuvas ou por uma irrigação bem feita.

Para a germinação, a temperatura ideal é de 30OC e, para que a produção seja a melhor possível, a temperatura mínima não deve ser inferior a 12OC. Para que a produção não seja prejudicada, a temperatura máxima não deve exceder os 38OC, durante a época de desenvolvimento dos grãos.

A maior necessidade de água acontece durante os períodos de germinação e o de enchimento dos grãos. Se não houver umidade no solo suficiente, durante a germinação, não haverá uma boa uniformidade nas plantas.

A soja é uma planta que se beneficia tremendamente da rotação de culturas, para que a fertilidade do solo seja mantida e se consiga boas safras. Quando possível, a soja deve ser plantada diretamente sobre os resíduos da cultura anterior, o que aumenta a produção e a produtividade desta nova lavoura.

O espaçamento para o plantio é de 60cm entre as linhas, podendo-se adotar o sistema de linhas duplas, com espaçamento de 68cm, tendo um espaçamento, entre as linhas pareadas, de 17cm. Este sistema de plantio em linhas duplas, traz vantagens, principalmente, para os tratos culturais, além de proporcionar uma maior uniformidade na plantação.
Os tratos culturais mais importantes dizem respeito ao controle de invasoras, que podem ser atacadas de maneira mecânica ou química, através de pulverizações regulares. Para que obtenhamos melhores resultados no controle de doenças e pragas, a plantação deve ser constantemente monitorada. Deve-se ficar atento à necessidade de adubação e às medidas diretas para combater as doenças e pragas como, por exemplo, o uso de inseticidas.

A adubação e a calagem vão depender sempre da análise de solo, que deve ser feita regularmente. Pode-se utilizar a adubação verde para que seja reduzida a necessidade de adubação química.

Devido às características dessa cultura e a necessidade econômica de grandes plantações, a soja é colhida mecanicamente, com o auxílio de modernas colheitadeiras que devem ser corretamente operadas para que não haja prejuízos durante o processo de colheita.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb