Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Vaca leiteira deve ter saúde e boa conformação

autor: Redação RuralNews
data: 18/09/2017

Escolher as melhores vacas deve ser preocupação constante dos criadores. Vários métodos são usados para isso, desde o simples exame "a olho", até a pesagem do leite produzido, o controle leiteiro e o registro genealógico. Mas, antes de tudo, dois requisitos são essenciais: saúde e boa conformação de "tipo leiteiro".

Animal doente perde a sua capacidade produtiva e não dá lucro. É preciso, portanto, escolher para a produção leiteira somente vacas sadias, em bom estado de carnes, de olhar vivo e brilhante, pele fina e solta, que se alimente bem, demonstrando apetite. Não devem apresentar qualquer defeito físico, manqueiras, tumores, corrimentos anormais (pus, sangue) ou calombos pelo corpo.

Cuidado especial deverão merecer as "doenças invisíveis", como a tuberculose, brucelose, aftosa, etc., que podem se disseminar por todo o rebanho, causando enormes prejuízos. Para evitá-las, é necessário o exame sistêmico dos animais por um veterinário, mediante a realização de exames, capazes de revelar a ocorrência dessas doenças. Igual cuidado deverá ser dispensado ao exame do úbere, procurando-se fazer o tratamento imediato no caso de qualquer inflamação. Em geral, a boa vaca leiteira tem pescoço fino e longo, a cabeça pequena e leve, focinho largo, narinas grandes e bem abertas. O corpo é comprido, com o trem traseiro mais desenvolvido do que o dianteiro, tendo as ancas largas. As costelas são bem arqueadas, demonstrando boa capacidade respiratória. As pernas finas e bem implantadas.

Um sinal que indica com mais segurança a capacidade leiteira é a veia mamária ou "da barriga" - grossa, bem aparente e fazendo muitas curvas. Por ela circula o sangue que leva ao úbere os "alimentos" necessários à "fabricação" do leite.

O úbere deve ser bem conformado, grande, mas não "carnudo". As quatro tetas, de tamanho médio, iguais e bem separadas umas das outras. Completando o conjunto, é desejável um temperamento dócil: vaca mansa, de olhar calmo.

Como exemplo de boa raça leiteira, podemos citar a Jersey, cuja produção excede em muito as vacas de outras raças, apesar de serem menores e consideravelmente mais leves.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb