Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Malva

autor: Redação RuralNews
data: 21/03/2016

A malva é uma planta medicinal muito utilizada no combate às inflamações da laringe, através de gargarejos. Ajuda na proteção de mucosas, é expectorante e suas folhas são utilizadas para combater úlceras, sendo aplicadas através de um processo de infusão.

O seu nome científico é Malva sylvestris L. e é uma planta com flores rosadas, com raios vermelhos, que ficam azuis quando estas ficam secas. É uma planta perene, que pode chegar a 1 metro de altura. Existem algumas variedades, mas a considerada melhor é a branca. Não deve ser confundida com outra planta chamada malva (Urena lobata L.), que é um arbusto perene, que pode chegar à altura de quatro metros, cujas fibras são utilizadas na indústria de tecelagem.

O espaçamento mais indicado para o plantio da malva é de 30cm entre as linhas, sendo plantadas cerca de nove touceiras por metro quadrado. Deve ser plantada em terreno nivelado ou em terraços de curva de nível, para que seja evitada a erosão. Antes do plantio, deve ser feita uma análise de solo, para corrigir as possíveis deficiências encontradas. Preferencialmente, o solo utilizado no plantio da malva deve ser fértil. A colheita deve ser realizada seis meses após o plantio.

Esta planta exige poucos tratos culturas, sendo que podemos colocar, como necessário, a limpeza dos canteiros, que deve ser feita manualmente e regas regulares. As chamadas ervas daninhas e o mato devem ser combatidos, para que não atrapalhem o bom desenvolvimento da planta É uma planta bastante resistente às pragas e doenças, portanto, o cuidado com estes problemas podem ser minimizados ou até dispensados.

É uma planta que apresenta uma produção de 1kg por metro quadrado de canteiro cultivado. É, normalmente, cultivada como matéria prima para produtos homeopáticos e para utilizações caseiras, também de cunho medicinais. Além desta principal utilização, também pode ser fornecida como forragem para os animais ou, ainda, para o consumo humano, como uma hortaliça normal. Em outros países, como no caso da Grécia, a malva faz parte do cardápio regular das pessoas, como uma simples hortaliça, regularmente consumida, sem que se tire proveito das suas características medicinais, como é feito no Brasil.

Se adapta bem aos climas encontrados no Brasil, desde que haja regas regulares, em regiões mais secas e que as temperaturas não sejam extremas, nem de frio, nem de calor. Com condições favoráveis, o que não é difícil para esta planta, o plantio pode ser realizado em qualquer época do ano.

Como atividade comercial, a produção da malva não costuma ser rentável, pois poucas são as empresas e entrepostos que trabalham com a comercialização desta planta. Por essa razão, o seu plantio costuma ser restrito a pequenas áreas e, principalmente, para consumo próprio, nas zonas rurais.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb