Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Criação de coelhos - separação e engorda

autor: Dr. Márcio Infante Vieira
data: 30/08/2017

 
Para que sejam obtidos os melhores resultados na criação desses pequenos roedores, é necessário que o criador adote uma série de práticas, dentre as quais podemos destacar as que se seguem.

Separação dos sexos

Os coelhinhos nascem, crescem e em certa idade, começam a sentir os impulsos do sexo. É a natureza exigindo a perpetuação da espécie.

Há animais que, ainda muito jovens, já podem se reproduzir, o que não é aconselhável porque prejudica o seu desenvolvimento, seus filhos nascem, em geral, fracos e morrem com facilidade, causando grandes prejuízos à criação. Portanto, é necessário separar machos e fêmeas, antes que atinjam a puberdade e comecem os acasalamentos.

Além desse inconveniente, há o fato de que os machos, ao chegarem a essa idade, começam a brigar com os outros e de que as suas brigas terminam sempre em ferimentos, ou até mesmo, em mortes.

Por esses motivos, devemos efetuar a separação dos sexos. A melhor época para isso é na desmama. Quando, porém, isso não for possível, ela pode ser feita um pouco mais tarde, mas sempre antes dos coelhos atingirem 90 dias de idade, antes dos machos começarem a brigar e antes de começarem os acasalamentos sem controle.

Os machos não podem ficar juntos depois dos 3 ou 4 meses de idade, mas as fêmeas podem ficar reunidas durante toda a vida, inclusive durante o período de reprodução. Só é possível manter os machos juntos até mais tarde através da castração.

Não devemos colocar fêmeas ou machos em gaiolas de outros coelhos, pois são considerados invasores e por eles agredidos ou até mortos. Naturalmente, isso não se aplica quando as fêmeas são levadas às gaiolas dos machos, para os acasalamentos. Apesar disso, é necessário que a fêmea seja deixada com o macho somente o tempo necessário para a cobertura, e nunca por horas ou dias pois, em geral, elas acabam sendo atacadas por eles.

Para que os coelhos, fêmeas ou machos, mesmo filhotes, não briguem, devem ser colocados em gaiolas que não sejam de nenhum deles porque, assim, cada um pensa que está em casa estranha, não começam a brigar e vão se acostumando com os outros. Somente os machos, depois de separados, não podem mais ser reunidos.

Engorda

Os criadores, muitas vezes, preferem obter animais de maior tamanho, mais pesados e mais gordos. Para isso, conservam os coelhos até mais tarde, bastante sossegados, em gaiolas pequenas, para que não façam muito exercício. Os coelhos, nesse caso, devem ser conservados até 6 ou 7 meses de idade.

Nesses casos, deve ser fornecida aos coelhos, uma alimentação especial, como uma ração de engorda, milho picado ou fubá, diversos farelos, tortas, etc.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb