Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Artêmia - Alimento vivo para peixes e alevinos

autor: Redação RuralNews
data: 15/04/2016

A artêmia é um pequeno crustáceo ou camarãozinho classificado no Ramo Arthropoda, Classe Crustácea, Sub-família Branchiopoda e Ordem Anostraca. Mede de 8 a 10mm de comprimento e sua cor pode ser vermelho claro, rosado, cinza claro, cinza escuro ou castanho dourado, variando de acordo com o meio em que vive e os alimentos que ingere. Possui uma bioluminescência em torno do corpo. 

Vive normalmente em lagos e lagoas de água salgada ou salobra e, em maior número, quando as águas são de maior salinidade. Pode, no entanto, viver em águas preparadas artificialmente ou mesmo em águas doces, durante algum tempo.

É um dos melhores alimentos para alevinos e peixes novos, logo que termina a reserva alimentícia do seu saco vitelino, pois é muito rica em proteínas.

Muito prolífica, reproduz-se com bastante facilidade e rapidez. Seus ovos, quando secos, podem ser conservados durante 10 anos, estando sempre aptos a eclodirem, desde que sejam colocados em uma água salgada.

Uma boa fórmula para o preparo da água, para a criação de artêmias é: água- 100 litros; sulfato de amônia- 100g; superfosfato de cálcio- 20g; uréia- 20g.

Podemos usar, também, outra fórmula: água- 1 litro; sal (cloreto de sódio)- 35 a 42g, o que significa uma solução de cloreto de sódio a 35 ou 42%. Outra fórmula é a seguinte: 1 colher de sopa de sal para 1 litro de água.

Depois de preparada a água, usar 1 colher de chá de ovos de artêmia para 10 litros dessa água. A temperatura da água deve ser de 24ºC no mínimo e a melhor, de 25 ºC. Acima de 27 ºC a eclosão ocorre em 24 horas, levando 8 ou mais dias, quando é inferior a 21 ºC. A densidade da água deve ser de 1.025 Be.

A artêmia nada sempre de dorso, com o ventre para cima, para a luz ou claridade do ambiente em que se encontra (telotaxia ventral). Além disso, nada em direção à luz.

O ciclo de vida da artêmia é o seguinte: ovo - antes da eclosão; náuplius- são as larvas após a eclosão; jovem- com 6 dias de idade e adulto, quando atinge 10 dias de idade. O tempo de vida da artêmia é de 6 a 12 meses.

A eclosão se realiza 24 a 48 horas após a colocação dos ovos na água, variando esse tempo de acordo com a temperatura da água, que deve ser de 24 a 27 ºC. Nascem, então, as pequenas larvas com 0,5mm, aproximadamente, sendo denominadas náuplius. Os náupilus podem viver várias horas na água doce, o que permite o seu emprego na alimentação de peixes e outros animais que vivam nesse ambiente.

Alimentação


A artêmia se alimenta de plancto, microalgas, fungos, mucilagens produzidas pelas algas, matéria orgânica, etc. Podemos dar-lhes, também, alimento artificial como amido sob a forma de maizena, farinha de peixe, de cerveja, etc.

As artêmias podem ser dadas sob 3 formas, como alimentos aos animais: já adultas: como náuplius ou então como ovos secos. Podemos fornecê-las a peixes de água doce, porque elas podem viver algumas horas nesse ambiente.

Podemos obter as artêmias das seguintes maneiras:


1 - adquirindo os ovos secos, nas casas especializadas e os dando como alimentos para peixes e outros animais;


2 - colocando os ovos na água, para eclodirem, o que resultará em náuplius e depois em artêmias adultas;


3 - fazendo a criação, o que nos permite obter os ovos e os animais.

Quando formos dar artêmias como alimentos vivos, devemos colhê-las com um puçá de pano ou de malhas finas, lavá-las e passá-las por um coador para separá-las, evitando que a água salgada em que vivem, seja colocada no aquário e altere suas condições, principalmente o pH da sua água, o que prejudicaria os peixes.

Outro cuidado a ser tomado é dar as artêmias em quantidades suficientes para serem consumidas em um só dia, evitando que morram no aquário. O aquário de criação deve ficar em local escuro ou sombrio, enquanto que o da reprodução, em um lugar bem iluminado para facilitar o desenvolvimento das algas que vão alimentar as artêmias.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb