Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Reprodução das carpas

autor: Redação RuralNews
data: 14/11/2017

Os ovos variam de tamanho, de acordo com a idade da fêmea que desovou: quanto maior a sua idade, maiores os seus óvulos. Medem, em geral, 1,3 a 1,7mm de diâmetro. São mais pesados do que a água e, por esse motivo, possuem uma substância "adesiva" que os torna aderentes, fixando-os a plantas e objetos, para que não afundem e morram por falta de oxigênio ou que sejam devorados pelas próprias carpas ou outros predadores, peixes ou não.

Nos açudes, as desovas se fixam na vegetação flutuante ou submersa, como as raízes do aguapé, por exemplo. Nos tanques, devemos colocar aguapé ou ramos de cedrinho, para que os ovos neles se fixem. Mesmo assim, grande número de ovos vai para o fundo. Para evitar que isso aconteça e sejam aproveitados mais alguns milhares deles, basta que estiquemos uma rede de malhas finas, pouco abaixo da vegetação e do cedrinho, evitando o seu afundamento.

O número de ovos pode chegar a 300.000. Uma fêmea de 1kg já pode produzir mais de 100.000 ovos.

 
Idade para a reprodução

 
Uma fêmea com 800 a 1000g, nos climas quentes, já pode desovar no primeiro ano. Esses ovos, no entanto, não devem ser aproveitados para a produção de reprodutores, porque os alevinos deles nascidos não serão de alto padrão. Neste caso, porém, estes peixes devem ser aproveitados para o consumo.

No Brasil, devemos utilizar as fêmeas para a produção de reprodutores, quando atingem 3 a 6 anos, enquanto que nos países ou regiões de clima temperado, só quando estão com 8 a 10 anos. Quanto mais velhas, maiores são os seus ovos que produzirão larvas e alevinos, também maiores, que darão melhores reprodutores e produtores de carne.

Os machos são mais precoces que as fêmeas e, em geral, atingem a maturidade sexual no primeiro ano, quando já estão pesando 500 a 600g. Como reprodutores, no entanto, só devem ser aproveitados os machos de 2 a 5 anos.

Desovas

Nas regiões mais quentes, começam em agosto e, nas mais frias, depois que as águas atingem mais de 20 ºC, o que ocorre, em geral, na segunda quinzena de setembro e até em outubro. Pode haver desovas até em águas a 18 ºC, mas não é normal. As desovas vão, normalmente, até fevereiro.

Durante a temporada de reprodução, de agosto a fevereiro, quando há muitas variações bruscas de temperatura, podem ocorrer 2 desovas da mesma fêmea, mas que não devem ser levadas em consideração para efeito de cálculos, pois a produção de óvulos, nesses casos, é muito pequena.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb