Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Ordenha mecânica e equipamentos necessários

autor: Redação RuralNews
data: 01/09/2017

A ordenha mecânica para a produção de leite de vaca é uma das mais importantes conquistas tecnológicas para o aumento da produção, produtividade e viabilidade econômica de uma fazenda de leite.

Este processo é feito através da utilização de uma série de equipamentos especiais, usados em um sistema que funciona, basicamente, pela utilização de bombas de ar que produzem o efeito de vácuo. Isto quer dizer que o leite é retirado das vacas através de sucção à vácuo.

Se compararmos este sistema com o que ocorre naturalmente, quando os bezerros mamam em suas mães, perceberemos que os animais utilizam um processo de pressão e sucção. Já no sistema de ordenha mecânica, as máquinas trabalham somente com a sucção, proporcionada pelos bombas de vácuo.

É uma técnica que já existe há décadas, mas continua sendo revolucionária, pois permite um substancial aumento da produção e da produtividade em grandes fazendas leiteiras, aumento do padrão de qualidade do leite produzido e a redução de mão-de-obra. É claro que a ordenha mecânica precisa ser economicamente viável para o produtor e, para isso, só apresenta uma restrição: o tamanho da criação, ou seja, ela só é viável em criações nas quais o número de vacas a serem ordenhadas diariamente é elevado e o processo manual necessitaria de grande mão-de-obra.

Por estar em contato direto com as tetas das vacas, a teteira não deve provocar nenhum machucado ou dano ao animal. Para isto, todo o sistema deve ter sempre um perfeito funcionamento.

O equipamento de ordenha mecânica ou, simplesmente, ordenhadeira, é composto de várias partes, que devem funcionar sempre em perfeita harmonia, para que seja garantida a qualidade do leite retirado e que as vacas não sejam machucadas ou tenham a sua produtividade comprometida.

Existem alguns "modelos" diferentes de ordenhadeiras, mas todos apresentam um funcionamento básico em comum. As partes principais desse sistemas são:

- bomba de vácuo;

- depósito de vácuo;

- recipiente de armazenamento do leite retirado;

- válvulas reguladoras de vácuo;

- pulsador;

- encanamento ou canos de vácuo;

- teteiras, coletores, mangueiras, drenos, etc.

Cada sistema deverá contar com uma bomba de vácuo que preencha as necessidades do criador, ou seja, para um maior número de animais (número de pontos de ordenha), necessidade de produção (litros por minuto) ou maiores extensões de "encanamentos", maior deverá ser a capacidade ou potência das bombas de vácuo.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb