Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

A vacinação é a melhor medida contra as principais doenças dos animais

autor: Redação RuralNews
data: 06/09/2017

 
A vacinação é uma das mais importantes medidas preventivas contra as diversas doenças que atacam os rebanhos, sejam eles de bovinos, suínos ou qualquer de qualquer outra espécie animal.

Os animais devem ser vacinados contra as doenças, não só pelos prejuízos que estas podem causar aos criadores mas, principalmente, pelo perigo que representam para a saúde da população, pois algumas das doenças que atacam os animais podem ser transmitidas ao homem, por contato com o animal doente ou mesmo através do consumo de seus produtos, ou seja, carne, leite, ovos, etc.

A seguir relacionamos as principais doenças dos bovinos, que devem ser prevenidas através da vacinação:

- pneumo-enterite dos bezerros: nesse caso, os bezerros devem ser vacinados depois de 15 dias de idade. Antes, porém, é aconselhável vacinar a vaca 1 mês antes da cria pois o bezerro já nasce mais resistente à essa doença;

- Peste da manqueira: o nome técnico desta doença é carbúnculo sintomático e ataca os bovinos dos 6 meses aos 2 anos de idade. Todos os bezerros devem ser vacinados antes dos 6 meses;

- Carbúnculo ou carbúnculo verdadeiro: é uma doença que contamina certas regiões ou mesmo pastagens, obrigando o criador a vacinar todos os animais, todos os anos, sob pena de não poder criá-los. A vacina contra essa doença só deve ser usada em lugares em que houve casos de carbúnculo, comprovado ou suspeito;

- Brucelose: é também chamada de aborto epizoótico, porque provoca aborto nas fêmeas. É uma doença muito perigosa pois se transmite rapidamente a todo o rebanho, quando aparece o primeiro animal doente;

- Raiva: é uma doença que não tem cura. Os bois, em geral, ficam raivosos pelos ataques de cachorros ou morcegos doentes. Portanto, todos os bois devem ser vacinados nas zonas em que houve casos de raiva transmitida por morcegos, pois rapidamente pode surgir um surto de raiva, que pode liquidar todo o rebanho;

- Febre aftosa: é uma doença muito conhecida e que causa os maiores prejuízos ao criador devido à queda da produção, inutilização ou mesmo a morte de grande número de reses. Nenhum criador deve deixar de vacinar seu gado contra essa doença.

Para os cavalos, jumentos e muares, devem ser empregadas as vacinas contra o garrotilho, que é uma grave doença para esses animais, mas não é transmitida ao homem. Outra doença contra a qual devem ser vacinados esses animais é o tétano, que aparece, em geral, em casos de ferimentos, cortes, ou após castrações e outras operações, quando não forem tomados os cuidados necessários de higiene.

Para os porcos, a vacinação deve ser feita, principalmente, contra a febre suína e a aftosa.
Quanto às aves, as vacinas a serem aplicadas, normalmente, são as contra a pipoca, conhecida também por bouba e a vacina contra a doença de Newcastle.

Finalizando, chamamos a atenção dos criadores para o fato de existirem vacinas contra um grande número de doenças, além das já citadas, mas que essas vacinas só são usadas de acordo com as necessidades e circunstâncias.

Para que o criador possa agir acertadamente, escolhendo as vacinas adequadas e fazendo um bom programa geral de vacinações, o melhor é chamar um médico veterinário, pois esse profissional poderá orientar e mesmo comandar o combate às doenças, com o qual o criador só terá a lucrar.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb