Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

A biotecnologia na agricultura

autor: Redação RuralNews
data: 24/11/2017

A biotecnologia pode ser definida como o emprego de seres ou organismos vivos para o estudo e o desenvolvimento de produtos, processos ou técnicas com o objetivos sociais. Podemos dar como exemplos simples a produção de bebidas alcoólicas, como a cerveja ou o vinho, além da fabricação de alimentos fermentados como os pães ou, ainda, a produção de antibióticos, como a penicilina, originada por um fungo filamentoso. Outros antibióticos e fármacos, produzidos em grande escala, têm origem em fungos e bactérias e, portanto, também são fruto da biotecnologia.

Um grande impulso foi dado à biotecnologia quando novas técnicas passaram a ser utilizadas, principalmente a engenharia genética, ou seja, a tecnologia do DNA recombinante aliada a outras técnicas como a cultura de células e de tecidos vegetais.

Tornou-se possível a transferência de genes, ou seja, do DNA, de bactérias para plantas ou para genes de mamíferos, inclusive do homem. Isso possibilitou a criação de determinados seres vivos em laboratório, cuja obtenção não seria possível pelos métodos naturais.

A sua produção em escala comercial, com a obtenção de lucros, vem concorrendo para que esses produtos venham se espalhando pelos mercados consumidores. Naturalmente, devem sempre ser levados em consideração todos os aspectos éticos e legais da biotecnologia, pois ela é empregada na produção de alimentos, óleos essenciais e de metabólicos essenciais. No entanto, por se tratar de um campo em rápido crescimento, muitos fatores éticos e legais ainda não estão devidamente esclarecidos ou definidos.

Também no combate às pragas, o uso da biotecnologia é da máxima importância e considerado um diferencial competitivo importante no mercado agropecuário globalizado. Uma grande polêmica surgiu sobre a biotecnologia na área da agricultura e da agroindústria, especificamente no que diz respeito aos alimentos transgênicos e, mais especificamente, à soja transgênica, amplamente cultivada nos Estados Unidos e Argentina mas com cultivo proibido no Brasil que é, atualmente, o maior produtor e exportador de soja do mundo.

A agricultura e a agroindústria são campos muito vastos para que possamos enumerar todas as possíveis aplicações da biotecnologia e as que ainda estão sendo pesquisadas, para serem utilizadas no futuro. Entretanto, de uma maneira geral, podemos dizer que as principais aplicações, atualmente, são no controle biológico de pragas e doenças das lavouras, a produção de sementes geneticamente modificadas, mais resistentes. Além disso, são utilizados métodos biológicos para aumentar a fixação de nitrogênio no solo pois esse é um elemento químico da maior importância para o bom desenvolvimento de atividades agrícolas. Por último, a fabricação e produção de alimentos como pães, fermentos, além de bebidas alcoólicas, são exemplos já consagrados da utilização da biotecnologia.

A biotecnologia está, também, cada vez mais desenvolvida e apresentando aplicações práticas na produção de energia alternativa. O uso de resíduos agrícolas na produção de biomassa, biogás e, também, de bioadubo está crescendo no mundo inteiro, principalmente no Brasil que possui tecnologia de ponta e está efetivamente pondo em prática essa tecnologia. Está cada vez mais comum, por exemplo, a utilização de biodigestores em sítios e fazendas, para a produção de eletricidade.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb