Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Boa técnica, melhores animais

autor: Redação RuralNews
data: 05/12/2017

Os criadores, para que possam criar melhor, obtendo maiores rendimentos, têm a necessidade de saber alguns fatos das vidas de seus animais. Apresentamos aqui, informações que são de grande interesse para os que se dedicam às atividades da pecuária.

A reprodução é o fato mais importante da vida dos animais. Se eles parassem de se reproduzir, desapareceriam da face da terra e, com eles, a humanidade. Os animais nascem, crescem e atingem a idade em que devem começar a reprodução, isto ocorre de maneira natural, desde o início do desenvolvimento de toda a vida no planeta.

Os animais selvagens possuem instintos que os levam a sua reprodução, que é regida, em geral, pela lei do mais forte. Só os machos vencedores nos combates é que ficam com as fêmeas, transformando-se em reprodutores. Os fracos morrem ou fogem.

Para os animais domésticos, nas criações bem orientadas, o que impera é a seleção, os cruzamentos, as mestiçagens e as hibridações, mas tudo sob o controle do homem.

Não basta possuir os animais, é preciso saber como criá-los racionalmente, dentro dos modernos métodos e práticas de criação. Os criadores bem orientados são os que obtém os melhores rendimentos e, portanto, os maiores lucros.

A época em que os animais devem iniciar a reprodução é muito importante. Se eles iniciarem os acasalamentos muito novos, isso os prejudica em seu desenvolvimento. Se começarem mais tarde do que o poderiam fazer, isto significa prejuízos para os criadores, pela perda de tempo ocasionada.

As épocas para as diversas espécies entrarem na reprodução podem variar mas, basicamente, apesentam os princípios que se seguem:

 
Bovídeos

 
- Raças leiteiras de grande porte: Holandesa, Flamenga, Normanda, Simental e Schwyz: Touros - 30 meses Vacas - de 20 a 24 meses

 
- Raças leiteiras de pequeno porte: Jersey, Guernsey e Bretã: Touros - 28 meses Vacas - de 18 a 22 meses

 
- Raças de corte: Durhan, Hareford, Polled-Angus, Charolês e Limusina: Touros - 24 meses Vacas - de 16 a 20 meses

 
- Raças Zebus: Gir, Nelore, Sindhi-vermelha e Indubrasil: Touros - 30 meses Vacas - de 24 a 30 meses

 
- Raças nacionais ou Crioulas: Caracú, Mocha Nacional, etc.: Touros - de 30 a 36 meses Vacas - de 24 a 30 meses

 
Eqüinos

 
- Raça Puro-Sangue Inglês: Garanhões - 48 meses Éguas - de 36 a 42 meses

 
- Animais Meio-Sangue, raças de tração Pesada ou leve, cavalos comuns: Garanhões - 36 meses Éguas - 30 meses

Asininos

 
- Jumentos - 36 meses Jumentas 30 meses

 
Suínos

 
- Varrões - 10 a 12 meses Porcas - 10 a 12 meses

 
Ovinos

 
- Carneiros - 18 meses Ovelhas - 18 meses

 
Caprinos

 
- Bodes - 12 a 15 meses Cabras - 15 a 18 meses

 
Coelhos

 
- Coelhos - 8 a 12 meses Coelhas - 8 a 12 meses

 
Número de parições por ano

É muito importante que o criador saiba quantas parições são possíveis por ano, para que possa se programar, planificar o início e o final de cada gestação e para que as crias nasçam nas melhores épocas. Aqui está uma pequena lista de animais, com o número respectivo de parições por ano: Vacas 1, éguas - 1, jumentas - 1, porcas - 1, ovelhas - 1, cabras - 1, coelhas - de 3 a 4 vezes.

 
Número de crias por parição

Outro fator muito importante na criação dos animais é o número de crias que as fêmeas podem ter, por parição. Os números mais comuns de crias, por parição, são os seguintes: Vacas - 1, éguas - 1, jumentas - 1, porcas - 5 a 12, ovelhas - 1 a 3, cabras - 1 a 3 e coelhas - 6 a 12.

 
Desmame

Depois de nascidas, as crias precisam ser amamentadas pelas mães ou então receber o aleitamento artificial. Se elas forem desmamadas muito cedo, não se desenvolverão bem, ficando fracas, além de não se tornarem boas produtoras.

É preciso, portanto, que os criadores saibam as idades em que as crias estão em condições de serem desmamadas. Para isso, basta seguir as épocas corretas para o desmame, que são, em geral, as seguintes:

Bezerros - de 6 a 7 meses, potros - de 5 a 8 meses,  jumentos - de 5 a 8 meses, leitões - 2 meses, carneiros - 4 meses, cabritos - 4 meses e coelhos - de 45 a 60 dias.

Quando as crias se destinam a reprodução, a desmama deve ser retardada.
 

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb