Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Adubação ou fertilização da terra

autor: Redação RuralNews
data: 21/05/2019

Quando a camada do solo ou a quantidade de humus vai diminuindo devido à erosão ou às plantações feitas nele, ou a ambos, só há uma forma de evitarmos o seu enfraquecimento: com a adubação.

Através da adubação, fazemos a reposição dos elementos que o solo perdeu. Há dois tipos de adubação: a química, com o emprego de adubos químicos, fabricados pelo homem ou naturais, por ele extraídos de minas e adubos orgânicos compostos por matérias animais ou vegetais, inclusive estercos de animais como coelhos, aves, etc., depois de decompostos.

Os estercos devem ser curtidos antes de aproveitados como adubos, para evitar que, fermentando, "queimem" as plantas. Os valores nutrientes dos estrumes variam de acordo com os animais que os produzem, dependendo da sua composição. Além disso, o adubo orgânico melhora as condições físicas do solo, tornando-o mais solto e arejado.

Quanto à adubação mineral, serve para devolver à terra os elementos minerais que dela foram retirados ou para incorporá-los ao solo, corrigindo-o quando este for pobre nesses elementos. Os principais elementos para a adubação química são chamados de macroelementos relacionados a seguir:

- Nitrogênio (N): que atua na cor e desenvolvimento das plantas, nos seus grãos e no seu teor de proteína;
-  Fósforo (P): influi, principalmente, na floração, produção dos frutos e de sementes e
- Potássio (K): contribui para maior resistência das plantas, inclusive às doenças.

Como fontes de nitrogênio, temos uréia, salitre do Chile e sulfato de amônio; de fósforo, as farinhas de ossos e ostras; e para o potássio, sulfato e cloreto de potássio e cinzas. Naturalmente, eles só devem ser incorporados ao solo quando necessário, nas quantidades certas e guardando uma proporção entre eles.

Os adubos vendidos no comércio apresentam a sua fórmula em NPK, traduzidos em números, nessa ordem e de acordo com a percentagem que cada um desses elementos entra na composição. Temos, ainda, em certos casos, adubações com os denominados microelementos como, por exemplo, o zinco.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb