Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Irrigação

autor: Redação RuralNews
data: 23/08/2017

É a maneira de fornecer água ao solo, nas quantidades adequadas e nas épocas indicadas, para que haja um bom desenvolvimento das plantas e que elas tenham uma boa produção quando há falta de chuvas ou quando elas não forem bem distribuídas durante o ano.

Todas as plantas necessitam de água, não só para sobreviver mas, também, para que possam ter uma boa produção, no mínimo satisfatória. Normalmente, essa água é lhes é fornecida pelas chuvas. É necessário, porém, que as chuvas sejam bem distribuídas durante o ano, por que as plantações não dependem somente do volume de águas que caem sobre elas mas, e principalmente, dos períodos em que isso ocorre. Chuvas fora de época ou em quantidade não condizente com a plantação, podem prejudicar ou mesmo acabar completamente com uma plantação.

Um sistema de irrigação é, portanto, uma garantia a mais e vital para o sucesso de uma plantação, para pastagens e para qualquer cultura, inclusive reflorestamentos, pois concorre para um melhor desenvolvimento das plantas, para sua maior produtividade e para a obtenção de produtos melhores.

A irrigação não é uma prática moderna, pois já era praticada há cerca de 4.500 anos. Podemos mencionar que no ano 2.100 aC, o famoso rei Hamurabi iniciou uma grande obra de irrigação na Babilônia. No Egito, o faraó Amenemat III construiu um canal ligando o rio Nilo ao lago Meri, de onde a água era distribuída para irrigação. Os chineses já construíam canais de irrigação em 2.000 aC, já na Índia isso ocorreu por volta de 1.000 aC.

Antes da descoberta da América, os Incas no Perú, os Astecas no México e os Pimas, nos EUA, já praticavam a irrigação em suas plantações. Como podemos perceber, a irrigação é um processo que já existia bem antes dos padrões técnicos atuais e pode ser executada com facilidade, dependendo do grau de necessidade e das facilidades da região.

No Brasil, a irrigação foi introduzida pelos padres jesuítas, na época da colonização, utilizando-a em culturas de arroz, nos estados do Rio de Janeiro. Atualmente, a irrigação é amplamente utilizadas nas plantações brasileiras, por iniciativa dos produtores rurais ou com ajuda do governo. Existe um enorme projeto de irrigação em andamento no país, onde as águas do Rio São Francisco irão irrigar uma enorme área onde plantar é muito difícil ou mesmo impossível, devido a seca característica da região.

Em algumas áreas, a irrigação já é uma realidade e onde antes nada crescia, hoje existem grandes plantações, entre elas a vinicultura. Quando esse projeto estiver totalmente implantado, as águas do São Francisco deverão atingir extensas regiões áridas, tornando-as altamente produtivas, como já vem ocorrendo em grandes lavouras de frutas voltadas, principalmente, para a exportação. Com uma irrigação adequada e devido ao clima propício, essa região do vale do São Francisco poderá se tornar a maior produtora e exportadora de frutas do mundo.

Vantagens da Irrigação

São grandes os benefícios provenientes da irrigação de plantações, podemos destacar os seguintes:

1. A lavoura passa a não mais depender somente das chuvas para receber a água de que necessita para seu desenvolvimento e para uma produção adequada;

 
2. Aumenta a produtividade das lavouras, por que a água lhe é fornecida em quantidades satisfatórias e nas épocas mais indicadas;

 
3. Pode ser empregada como um dos meios mais eficientes para manter o bom desenvolvimento das plantações;

 
4. Possibilita 2 ou mais colheitas por ano, em regiões que normalmente produzem somente uma colheita nesse mesmo período;

 
5. É uma das melhores e mais eficientes maneiras de combater as ervas daninhas ou invasoras, principalmente quando é adotado o método da sua submersão ou invasão nas lavouras como a de arroz, por exemplo;
 
6. Pode ser utilizado, também, no combate de algumas pragas da lavoura;

 
7. Protege as plantações contra os efeitos das geadas;

 
8. É de grande eficácia no combate à salinização do solo;

 
9. A adubação, com produtos solúveis em água, torna-se muito mais fácil e eficiente;

 
10. Melhora as condições gerais do solo, quanto à sua consistência, fertilidade, etc.
 

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb