Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Algumas pragas que atacam as hortas

autor: Redação RuralNews
data: 15/08/2017

As hortas, como qualquer outra atividade agrícola, estão sujeitas a uma série de doenças e pragas que podem ataca-las e trazer grandes prejuízos aos agricultores. Passaremos, a seguir, a descrever algumas dessas pragas e formas de combate-las.

Lagartas 
 
Seu combate pode ser manual, com a destruição por esmagamento, dos ovos ou das próprias lagartas. Podem ser adotados alguns defensivos agrícolas químicos ou mesmo métodos naturais.

A lagarta rosca mata a alface, roendo o seu colo e as suas raízes. Como são de hábitos noturnos, devemos cavar 10cm de profundidade, nos pés mortos, matando as que forem encontradas. A lagarta das folhas deve ser combatida pelo esmagamento dos ovos das borboletas brancas ou alaranjadas, principalmente nos repolhos, na couve, etc. Os ovos são pontos amarelos ou alaranjados colocados nas folhas, formando manchas que devem ser esmagadas. As lagartinhas são escuras e devoram as folhas.
 
Caracóis, lesmas e tatuzinhos
 
São moluscos cujo combate natural pode ser feito com a construção de uma valeta cheia de água, ao redor de toda a horta, para evitar que esses animais, existentes nas proximidades, possam invadi-la. Outra técnica é espalhar iscas colocadas dentro de "caxotinhos" ou latas espalhadas por toda a horta. A isca pode ser um legume macio como chuchu, com sal. Esses animais são atraídos pela isca e pelo escuro de dentro da armadilha e morrem. Podemos, também, fazer uma catação, pela horta, esmagando o que encontrarmos.

Pulgões 
 
São insetos sugadores, brancos, azuis, cinzas, verdes, marrons ou pretos, de 1 a 2mm de comprimento, vivendo em colônias nos brotos, caules macios e parte de cima das folhas, causando deformações e doenças.

Para combate-los temos várias formas, inclusive as joaninhas, que são os seus inimigos naturais. Podemos verificar as folhas atacadas e liquidá-los, esfregando os dedos sobre eles. Dão resultados, também, água morna com sabão, para lavar as partes atacadas, enxugando-as logo depois, para não prejudicar a planta; fumo de rolo, um bom inseticida ao seu princípio ativo, a nicotina, e que deve ser usado como uma solução de meio litro de extrato de fumo em 10l de água, preparado na hora da aplicação. Para obtermos o extrato, pegamos 10g de fumo de rolo e deixamos ferver meia hora em 1l de água ou, então, deixar o fumo mergulhado na água, até que ela fique amarela. Esse extrato deve ser guardado em vidro bem tampado. Podemos, também, colocar 20g de fumo de rolo em 2l de água, ferver 30 minutos e depois completar o volume para 3l, esfriar e fazer a pulverização.

Nas plantações de morangos, os pulgões se associam às formigas lava-pés que fazem seus formigueiros (montinhos de terra) junto às plantas, protegendo os pulgões: regar os formigueiros com o mesmo produto.
 
Cochonilhas
 
Há diversas espécies desses insetos sugadores. Algumas possuem carapaças e podem ser marrons, avermelhadas, pretas e outras, sem carapaça, são brancas ou rosadas. Atacam os ramos, axilas e parte de cima das folhas que ficam amareladas e encrespadas, prejudicando o desenvolvimento das hortaliças.

Para combater as que não têm carapaça, usamos a solução de fumo e para as que a possuem, empregamos a mesma calda, à qual juntamos sabão e querosene, sendo preparada da seguinte maneira: 3 colheres das de sopa de sabão em pó; 20 colheres das de sobremesa, de querosene e 10l de água. Aquecer, deixar esfriar e juntar 1l de extrato de fumo.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb