Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Acasalamento das minhocas

autor: Dr. Márcio Infante Vieira
data: 14/01/2016

As minhocas são hermafroditas, isto é, possuem os dois sexos ao mesmo tempo, com os seus aparelhos masculino e feminino completos e em pleno funcionamento. Elas são, portanto, macho e fêmea ao mesmo tempo e com todas as suas funções reprodutivas em atividade.

As minhocas, no entanto, são classificadas como hermafroditas incompletos, porque não podem se auto-fecundar, isto é, a mesma minhoca não pode unir os seus próprios aparelhos masculino e feminino, ficando fecundada por ela própria, fazendo com que os seus próprios espermatozoides fecundem os óvulos por ela mesma produzidos.

É necessário haver o acasalamento entre 2 minhocas para que haja a fecundação, o que ocorre porque uma das minhocas lança os seus espermatozoides no aparelho feminino da outra e, ao mesmo tempo, recebe os espermatozoides ejaculados pela outra minhoca, sua parceira sexual. Para que haja o acasalamento, as duas minhocas se aproximam de frente, uma para a outra, "se ajeitam" e cada uma delas introduz o seu órgão masculino na parte feminina da outra, sua parceira.

Para que elas fiquem mais firmemente presas uma à outra, cada uma delas espeta algumas de suas cercas, como se fossem dardos, no corpo da sua companheira, ficando assim, como que "pregadas" uma à outra, durante todo o tempo do acasalamento e só se soltando e se separando quando ele termina.

O acasalamento ou cópula ocorre à noite, sobre a superfície do solo e pode durar de 30 minutos a 4 horas. Quando terminam, as duas minhocas, normalmente, ficam fecundadas e cada uma delas vai para o seu lado, iniciar a postura.

O acasalamento ou cópula, portanto, é duplo e recíproco, pois cada uma delas introduz o seu órgão masculino no órgão feminino da outra, ou seja, da sua parceira sexual, injetando nele os seus espermatozoides. Por esse motivo, como já mencionamos, geralmente, as minhocas ficam fecundadas ou "grávidas" e vão botar as suas cápsulas com os ovos dentro. É dessas cápsulas (ou casulos), portanto, que nascerão as minhoquinhas.

Assim sendo, uma das minhocas será "mãe" dos seus próprios filhos, nascidos dos seus ovos e, ao mesmo tempo, será "pai" das minhoquinhas que nasceram das cápsulas ou ovos produzidos pela outra minhoca, com quem ela teve relações sexuais.

Postura

A minhoca vermelha da Califórnia, a mais criada no Brasil, é muito prolífica e produz, em média, com ou sem acasalamento, 1 cápsula ou casulo, a cada 7 a 10 dias, ou segundo alguns, de 3 em 3 dias. Esta cápsula ou casulo pode estar fecundada ou não, embora os ovos não fertilizados pelos espermatozoides não se desenvolvam e, por isso, não se transformem em minhoquinhas.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb