Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Criação de galinhas

autor: Redação RuralNews
data: 14/09/2017

As galinhas (Gallus domesticus Auct), dentre todas as aves domésticas, são as que apresentam maior valor econômico para a humanidade. Sua origem é asiática e já eram criadas pelo homem em 1400 A..C. Da Ásia, sua criação foi introduzida na Europa e espalhada, posteriormente, por todo o mundo, principalmente durante o período das grandes colonizações. Ainda existem, na Ásia, algumas espécies de galinhas selvagens, o que não acontece em nenhuma outra parte do mundo. 

As principais raças de galinhas são:

- Para ovos: Leghorn (variedade branca, perdiz e minorca)

- Raças mistas: Rhodes Vermelha, New Hampshire, Plymouth Rock barrada, Plymouth Rock branca e White América

- Para adorno ou estimação: Cornisch branco, Cornisch preto, Malaio e Aseal

- Cruzamentos industriais:

New Hampshire X Plymouth Rock barrada,

Plymouth Rock branca X New Hampshire,

Cornish Game X New Hampshire,

Leghorn X Plymouth Rock barrada e

Leghorn X New Hampshire.

Atualmente, para a produção industrial de ovos e de aves para abate, são empregadas espécies com nome comercial de "híbridas", não sendo mais utilizadas as raças puras. As linhagens das galinhas "híbridas" são denominadas, de acordo com a empresa que as produz, por nomes, códigos ou números.

Como as galinhas se reproduzem por meio de ovos e estes, por si só, já possuem um grande valor comercial, os dados sobre número de ovos são muito importantes para o avicultor. O número médio, por ano, de ovos que as fêmeas colocam é 80, para as galinhas crioulas e de 120 a 200 para as galinhas de raças aperfeiçoadas ou "híbridas", para uso industrial. O aumento desse número depende dos métodos escolhidos para a criação e, em grande parte, da alimentação das aves.

A incubação dos ovos pode ser feita de maneira natural ou através de incubadeiras ou chocadeiras mecânicas, de qualquer forma, não importando o método utilizado, o período de incubação é de 21 dias.

Para que uma criação alcance o sucesso comercial desejado, o avicultor deve conhecer bem as técnicas e as características dessas aves. É de vital importância que o criador saiba a melhor idade para iniciar a reprodução. O melhor período para isso é dos 4 aos 7 meses.

O número de machos, em um plantel de aves, é muito importante. Se houver machos demais, as despesas aumentam e as fêmeas são constantemente incomodadas, diminuindo, assim, a sua produtividade e, conseqüentemente, os lucros do avicultor. De um modo geral, podemos dizer que devem haver de 10 a 12 fêmeas para cada macho das raças leves e de 8 a 10 fêmeas para cada macho das raças pesadas.

O período em que as aves devem reproduzir é muito importante. Uma ave, depois de algum tempo como reprodutora, torna-se economicamente inviável. As galinhas devem ser utilizadas durante 2 posturas, no máximo 3.

É aconselhável que as galinhas produzam ovos para consumo só na primeira postura, enquanto as galinhas destinadas a ovos para incubação, podem fazer uma segunda postura, mas somente após uma seleção detalhada.

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb